Trocando idéias: em visita a Anayde Beiriz - peregrina da liberdade

Ricardo Japiassu

Resumo


RESUMO
Banida da História oficial, Anaíde Beiriz mostra uma trajetória pessoal polêmica. Ela cometeu um crime imperdoável: com vinte e poucos anos, ousou amar livremente no século passado. Além disso, publicou, em revistas do Recife, uma crônica sobre o amor, a liberdade da mulher e os beijos com sabor de pitanga. Seu grande destaque, no entanto, foi insubordinar-se contra o mundo de então. Ela viveu sua grande paixão com o advogado João Dantas, executado na Casa de Detenção do Recife, após condenação pelo assassinato de seu rival político, João Pessoa. Isolada, triste e magoada, exilou-se na prisão congregacional feminina do Bom Pastor, onde chegou apresentando sintomas de envenenamento. Este texto trata de tais fatos.
PALAVRAS-CHAVE: Literatura. Mulher. Exclusão social. Recife.

ABSTRACT
v.32, n.1, p. 71-87, jan/jun., 2008
Banished of the official History, Anaíde Beiriz shows a polemic personal trajectory. She comitted an unforgivable crime: she dared to love freely ia her twenties in the past century. Besides, she published a text, in Recife's magazines, about love, about women 's freedom, and about kisses tasted like pitanga fruit. Her main mark, however, was her insubordination against world as it was then. She lived a deep passion with lawyer João Dantas, executed at the Detention House in Recife, convict of murdering his political rival, João Pessoa. Isolated, sad and hurt, she was exiled ar the Bom Pastor female congregation prision, where she arrived poisoned already. This text deals with those facts, among others.
KEY WORDS: Literature. Woman. Social exclusion. Recife.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia