REGER CÓRREGO DANTAS: UMA AÇÃO COLETIVA PARA ENFRENTAMENTO DE AMEAÇAS NATURAIS E REDUÇÃO DE DESASTRES SOCIOAMBIENTAIS

Leonardo Esteves Freitas, Ana Luiza Coelho Netto

Resumo


O presente artigo discute problemas relacionados à participação popular para a gestão de desastres socioambientais, a partir da concepção de desastre como processo social. Utiliza a Reger-CD como estudo de caso. Córrego Dantas foi uma bacia atingida pelo Megadesastre ocorrido em 2011. As políticas implantadas durante a fase anterior ao desastre não incluíram a preocupação com estes eventos. Isto aumentou a vulnerabilidade da população. Ações do poder público levaram a conflitos com as comunidades na fase de reconstrução, como a definição das áreas não edificandi, o processo de retirada da população dessas áreas e a construção de um condomínio para receber esta população. Para fortalecer as comunidades e promover o diálogo com pesquisadores e o poder público foi criada a Reger-CD, em busca de um novo modelo de gestão participativa de riscos. Entende-se que o momento atual é de construção da Reger-CD, no qual as ações desenvolvidas têm um papel adicional de consolidação desta rede. Espera-se que este projeto piloto possa contribuir para a construção de um modelo geral e aberto para gestão de riscos frente aos fenômenos naturais indutores de desastres, privilegiando o enfoque socioambiental e contribuindo para uma mudança na cultura de desastres do país.

Apontamentos

  • Não há apontamentos.
 |  Incluir comentário

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia