A abordagem biográfica e suas implicações epistemológicas entre a antropologia e a educação

Alcides Fernando Gussi

Resumo


Este artigo tem como intuito refletir sobre as possibilidades epistemológicas da abordagem biográfica
em pesquisas que buscam as interfaces entre a educação e outros campos das ciências sociais,
notadamente a antropologia. Inicialmente, trata-se de discutir, diferentes aspectos da abordagem
biográfica, quais sejam: como reveladora de contextos sócio-históricos em que elas se inserem, como
um processo de constituição dos sujeitos e resultado do encontro entre o biografado e o pesquisador.
Partindo dessa discussão, toma-se como foco analítico a noção de experiência – ou seja, o de que
uma vida narrada constitui um entrelaçamento de experiências dos sujeitos – e duas implicações
epistemológicas quanto à problematização dessa noção: a primeira, a de que a experiência constitui
um processo de aprendizagem dos sujeitos; e a segunda, refere-se às relações entre experiência,
aprendizagem e a intersubjetividade, fruto do envolvimento entre os sujeitos que narram e o pesquisador.
Desse modo, busca-se aqui, ao se considerar a vida narrada como central para a construção do
conhecimento, refletir quanto às possibilidades de compreender a experiência do Outro e aprender com
ela, num exercício que envolve simultaneamente as dimensões da alteridade e da aprendizagem.

Palavras-chave: abordagem biográfica; experiência; aprendizagem.


This article has the intention of reflecting about the epistemological possibilities of biographical approach
in research seeking the interfaces between education and other fields of social sciences, notably
in anthropology. It is discussed, various aspects of the biographical approach, which is: as indicative of
socio-historical contexts in which they fall, as a process of formation of the subjects and outcome of
the meeting between the subject and the researcher. Starting from this discussion, takes itself as the
focus analytical notion of experience - namely, that a life is narrated an interweaving of experiences of
the subjects - and two epistemological implications on the problematization of this concept: the first,
that the experience is a process of learning the subject, and second, concerns the relationship between
experience, learning and intersubjectivity, the fruit of engagement between the researcher and the
subjects that narrate. Thus, looking up here, when considering the life narrated as central to the construction
of, reflect on knowledgement the possibilities of understanding the experience of Another and
learn from it, in an exercise that involves both dimensions of otherness and learning.

Key words: biographical approach; experience; learning.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2014 Cadernos de Estudos Sociais

ISSN:2595-4091

 

Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Atribuição (BY): Os licenciados têm o direito de copiar, distribuir, exibir e executar a obra e fazer trabalhos derivados dela, conquanto que deem créditos devidos ao autor ou licenciador, na maneira especificada por estes.