Políticas Editoriais

Foco e Escopo

Histórico e escopo da revista

A revista Cadernos de Estudos Sociais é uma publicação semestral da Fundação Joaquim Nabuco. Desde 1985 a revista vem sendo publicada pela instituição e, a partir de outubro de 2017, passa a contar com nova equipe editorial, com a meta de renovar a política de acesso e a contínua melhoria de sua avaliação. Com a renovação, o foco de sua política editorial é a divulgação permanente de trabalhos de excelência em seu campo de conhecimento, nas principais vertentes contemporâneas da área interdisciplinar (ciências sociais e humanidades), de autores nacionais e internacionais. A proposta é de alternar edições de temas livres e dossiês temáticos. 

O objetivo é divulgar artigos originais de caráter interdisciplinar com ênfase na área de ciências sociais, por meio de temas referentes a educação, sociologia, ciência política, antropologia, economia, demografia, estatística e história. A CES é uma revista aberta à colaboração de pesquisadores de universidades e instituições de pesquisa do Brasil e do exterior. Sua linha editorial busca dar espaço para o debate de temas atuais da sociedade, seja através de discussões teórico-metodológicas, seja de resultados de pesquisas fundamentados teórica e metodologicamente, resenhas e notas de pesquisa. São bem recebidos trabalhos que tragam estudos comparativos entre o Brasil e outros países, em um diálogo interdisciplinar, nos campos de conhecimento das ciências sociais e humanas. Por isso, a CES não é uma revista de caráter institucional, mas focada no debate social e cultural internacionalizado.

O processo de avaliação de artigos é feito por pares, realizado por corpo de pareceristas previamente convidado e de reconhecida importância no campo das ciências sociais e humanas. As chamadas para publicação são feitas por editais, mas mantém-se também uma política de recebimento em fluxo contínuo, através do sistema de submissões online, por meio de cadastro pelo portal da revista. Periodicamente, serão lançados editais para números temáticos. Em caráter especial, algumas edições podem ser feitas exclusivamente com autores convidados, com reconhecido saber nas áreas em que atuam. Nestes casos, poderemos convidar professores e pesquisadores como editores ad hoc. A edição poderá ser especial temática na íntegra ou compor um dossiê de uma edição regular. A revista tem versão em PDF (em processo de editoração) e versão online definitiva.

 

Políticas de Seção

Artigos - Temas livres (CHAMADA REGULAR)

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê: EPEPE- Diálogos entre saberes: rupturas epistemológicas na pesquisa em Educação

Editores
  • Andréa Farias
  • Verônica Fernandes
  • Darcilene Gomes
Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares
 

Processo de Avaliação pelos Pares

AVALIAÇÃO

 

A publicação dos artigos e resenhas responde exclusivamente a critérios de mérito, sendo o processo idêntico para todas as submissões. A ordem de publicação segue o critério de fila única com duas exceções: artigos convidados e dossiês temáticos. O processo de avaliação é realizado em duas etapas:

1. Após submissão, os artigos são submetidos a parecer de pertinência (desk review) a respeito de sua adequação ao objetivo e política editorial da revista e passam pelo software anti-plágio. Em até 30 dias, contando a partir do dia da submissão, os autores receberão notícia sobre o resultado dessa primeira etapa. Os artigos aprovados seguem para a segunda etapa.

2.  Avaliação duplo cego por pares. Nessa fase os artigos são direcionados para avaliadores Ad Hoc. Para essa segunda etapa o tempo médio é de cinco meses. Os pareceres dos artigos submetidos em inglês/espanhol serão formulados no idioma do texto ou em português.

 

Dos Resultados Possíveis

 

Há quatro resultados possíveis na segunda etapa: (1) aceito para publicação sem modificações, (2) revisões requeridas, (3) submeter a nova rodada e (4) recusado.

O terceiro resultado implica que a Revista não assume compromisso de publicação se houver ressubmissão. A Revista não aceitará ressubmissões se os dois pareceristas indicarem “submeter a nova rodada” ou se um dos pareceristas recusar o artigo e a comissão editorial julgar o parecer adequado.

Artigos com um parecer favorável e outro de “submeter a nova rodada” deverão ser reenviados pelos autores em até três meses após o recebimento do parecer. Ao termino desse prazo, os artigos serão retirados da pauta da Comissão Editorial. Artigos com parecer favorável à publicação mediante correções deverão ser revisados e ressubmetidos em até trinta dias.

A Comissão Editorial se reserva o direito de sugerir novas modificações de forma ou de caráter pontual quanto ao conteúdo ou à gramática, de modo a adequar o artigo ao perfil editorial ou gráfico da Revista.

 

Periodicidade

Periodicidade semestral: janeiro a junho e julho a dezembro.

 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

 

Arquivamento

Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais...

 

Sobre a Revista Cadernos de Estudos Sociais

Criada em 1985, a revista Cadernos de Estudos Sociais é uma publicação semestral da Fundação Joaquim Nabuco. O foco de sua política editorial é a divulgação permanente de trabalhos de excelência em seu campo de conhecimento, nas principais vertentes contemporâneas da área interdisciplinar (ciências sociais e humanidades), de autores nacionais e internacionais, cobrindo assim os campos de Ciências Sociais, Sociologia e Ciências Sociais Aplicadas. Os trabalhos devem estar em uma das línguas da revista (português, espanhol e inglês) e ser submetidos pela própria plataforma da CES. Os artigos recebidos serão alocados em alguma das modalidades (caso já não submetidas a uma modalidade particular), sendo elas Artigo Livre, Artigo Temático ou Resenha, e então encaminhados para o processo de avaliação por pares, realizado por corpo de pareceristas previamente convidado e de reconhecida importância no campo das ciências sociais e humanas, garantindo-se no processo a anonimidade dos autores e dos pareceristas. As chamadas para publicação são feitas por editais através do sistema de submissões online, por meio de cadastro pelo portal da revista.

 

Política anti-plágio

A partir de 2018, todas as submissões aceitas passam por análise de plágio com ajuda de software adequado para este fim e de subsequente análise de conteúdo feita pela equipe editorial. As submissões nas quais identificamos a presença de plágio são canceladas e os autores são informados do motivo do cancelamento. Caso a identificação ocorra após a publicação do artigo, o arquivo do mesmo será retirado do sistema e em seu lugar constará um documento informando o motivo pelo qual o texto foi retirado.

Sendo assim, é importante que os artigos submetidos respeitem os seguintes aspectos éticos:

  • nenhum dado, texto ou ideia de outra pessoa seja apresentado como se fosse de autoria do(s) autor(es), isto é, o texto submetido não pode conter plágio. Para evitar que isto aconteça, é obrigatório fazer referência à publicação original do dado, texto, ou ideia. No caso de citação literal, o(s) autor(es) deve usar aspas. No caso de material protegido por copyright, o(s) autor(es) devem anexar a devida permissão para o uso do mesmo;
  • nenhum dado, imagem ou gráfico tenha sido fabricado ou manipulado de forma a dar suporte a alguma conclusão do(s) autor(es);
  • o(s) autor(es) não cometam autoplágio, isto é, não usem partes substanciais de seus trabalhos prévios e já publicados ou apresentados em eventos científico. Caso o texto tenha sido anteriormente apresentado em eventos científicos ou resulte de trabalhos acadêmicos, deve constar no texto a referência ao evento onde foi apresentado ou o trabalho ao qual se encontra relacionado.

 

Taxas

A Cadernos de Estudos Sociais não cobra nenhum tipo de taxa seja para submissão, processo de análise ou publicação dos artigos.

 

Boas Práticas Científicas

A Revista Caderno de Estudos Sociais (CES) segue o Código de Conduta e as Orientações de Boas Práticas para Editores de Periódicos definidos internacionalmente pelo Comitê de Ética em Publicações (COPE). Assim como avalia os trabalhos submetidos seguindo as Diretrizes Básicas para Integridade na Atividade Científica (CNPq).

 

Indexadores e Diretórios

A Revista Cadernos de Estudos Sociais está presente nos seguintes indexadores e diretórios:

- LATINDEX: http://www.latindex.org/latindex/ficha?folio=384

- DIADORIM: http://diadorim.ibict.br/handle/1/1833

- CLASE (Citas Latinoamericanas en Ciencias Sociales y Humanidade): 132.248.9.1:8991/F/PJPIE8QP1UN9VEAMB7I8GPPGEP4VN52SY34N5FNG8Y77B5D68G-08561?func=find-acc&acc_sequence=000183034

- LIVRE: http://www.cnen.gov.br/component/content/article/63-cin/91-livre-periodicos-de-livre-acesso

 - SUMÁRIOS.ORG: https://www.sumarios.org/revista/cadernos-de-estudos-sociais

 

 

 

Classificação QUALIS - CAPES

A Revista Cadernos de Estudos Sociais possui as seguintes classificações no QUALIS - CAPES (2013-2016):

- B3 : ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E DE EMPRESAS, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E TURISMO;

- B3 : GEOGRAFIA;

- B3 : INTERDISCIPLINAR;

- B5 : ANTROPOLOGIA / ARQUEOLOGIA;

- B5 : EDUCAÇÃO;

- B5 : PLANEJAMENTO URBANO E REGIONAL / DEMOGRAFIA;

- C : CIÊNCIA POLÍTICA E RELAÇÕES INTERNACIONAIS;

- C : DIREITO;

- C : SOCIOLOGIA.

 

Licenciamento de Conteúdo

A Cadernos de Estudos Sociais adota como licença de conteúdo a opção CC BY.

Esta licença permite que outros distribuam, remixem, adaptem e criem a partir do seu trabalho, mesmo para fins comerciais, desde que lhe atribuam o devido crédito pela criação original.